Português BR Deutsch English Espanhol
Notícias

60 dias de quarentena: tecnologia favorece a produtividade do Comitê Rio Dois Rios



19-05-2020

A pandemia no novo Coronavírus exigiu de todos os ambientes de trabalho no mundo todo a adequação a uma nova rotina. Desde de meados do mês de março, o governo do Estado do Rio de Janeiro decretou a quarentena com medidas de isolamento social. Desde então, as atividades do Comitê da Bacia Hidrográfica Rio Dois Rios (CBH-R2R) que envolviam reuniões presenciais e atendimento ao público foram suspensas. No entanto, as ações do Comitê, junto à sua secretaria executiva, não foram prejudicadas. Pelo contrário, o número de reuniões aumentou, neste contexto por meio das videoconferências e, consequentemente, as demandas aumentaram.

Um ponto positivo destacado por toda equipe envolvida é a tecnologia. Esta tem sido fundamental para viabilizar as videoconferências e o cumprimento do calendário de reuniões do Diretório Colegiado do Comitê, além das reuniões para discutir questões administrativas. Somente as reuniões do plenário ainda não aconteceram, pois o desafio é ainda maior e requer, portanto, mais tempo para sua implantação.

A tecnologia tem sido parceira inclusive no acesso aos documentos fundamentais para a execução de projetos e andamento dos editais. Todo material da sede do Comitê pode ser acessado remotamente pela equipe da secretaria executiva. Com isso, os encaminhamentos das reuniões virtuais têm sido passíveis de execução mesmo à distância.

As videoconferências já abordaram diversos assuntos como o aprimoramento do relacionamento entre os Comitês, Entidade Delegatária e Órgão Gestor; o processo de revisão do Plano de Bacia do CBH-R2R; e o atraso no repasse dos recursos de custeio do Contrato de Gestão 01/2010.

Além destas questões citadas, que envolvem esferas externas (Fórum Fluminense de Comitês de Bacias Hidrográficas, Instituto Estadual do Ambiente e Ceivap), nesta quarentena as questões internas do CBH-R2R também foram desenvolvidas com destaque para o ajuste do Plano de Aplicação Plurianual e o projeto de Diagnóstico e Intervenção.

Para a equipe da secretaria executiva do Comitê Rio Dois Rios, o aumento no volume de trabalho é algo positivo a se extrair desta quarentena, mostrando que após este período, o ato de “voltar ao normal” pode representar adotar um “novo normal” à rotina de trabalho. Passar, portanto, a aplicar as ações que se mostraram eficazes durante a quarentena e melhorar aquelas que assim precisam. Tais melhorias certamente contribuirão para a gestão dos recursos hídricos não só em nível local como nacional.

Outras Notícias

Mais Notícias »